Estanquidade ao ar: Paredes

Aplicação de componente adicional para promover a estanquidade ao ar na envolvente opaca da casa.

Author photo

Dono de Obra

Nota: Este post não é patrocinado, mas menciona alguns produtos que foram usados na nossa construção.

 

A estratégia global para termos uma casa energeticamente eficiente passa por boa orientação bioclimática, bom isolamento, boa estanquidade ao ar e boa ventilação.

Falando de estanquidade ao ar, ao não se deixar entrar ar de fora para dentro da casa, nem deixar sair ar de dentro para fora, evitam-se perdas térmicas diminuindo a necessidade energética de repor essas perdas.

É claro que nesta técnica existe um detalhe, ao não deixarmos entrar nem sair ar de forma natural dentro de casa, também não deixamos que a mesma ventile de forma adequada. Para tratar disso um outro sistema será aplicado: ventilação mecânica controlada (VMC). Mas vou deixar isso para uns posts mais à frente, e aqui vou focar-me na estanquidade ao ar das paredes.

As paredes foram rebocadas pelo exterior e serão pelo interior (já foram à data que estiverem a ler isto). O reboco funciona também como um componente de estanquidade ao ar, embora não seja a sua função primária, mas para ajudar a se obter maior nível de estanquidade aplicamos uma membrana entre elementos da estrutura e alvenaria: laje, pilares, vigas e parede. Sempre que um destes elementos se une a outro, leva uma faixa desta membrana - a que aplicamos foi a Soudatight LQ da Soudal  (video).

Na realidade, o que me levou a fazer a aplicação da membrana, mesmo com o reboco no interior e exterior, foi o custo de cerca 1 euro por metro linear (para uma faixa de 20cm), é um custo muito baixo para o resultado que se propõe e sem contra indicações. É uma membrana líquida à base de água e elástica, que pode ser aplicada com trincha ou projetada com máquina - escolhi a trincha e fui eu mesmo dar ao braço já que é de fácil aplicação - quando se aplica é azul, e muda de cor para preto quando está seco, e aí pode-se aplicar outra demão no sentido contrário. Depois de seco, pode-se aplicar reboco ou pintar por cima.

 


Na foto acima o trio maravilha da Soudal (Soudatight - estanquidade ao ar, Soudafoam - preenchimento de cavidades, Flexifoam - enquadramento de vãos).

A membrana foi aplicada pelo interior em todas as paredes exteriores da casa.

Aplicação no piso 1.

Aqui entre uma caixa de estore e a verga da janela.


No pilar que intersecta duas paredes exteriores.

Gosto desta foto por isso aqui está ela :-)

Aplicação numa caixa de estore, aqui deixem-me ser sincero e dizer que aplicamos outro sistema no enquadramento de vãos que me parece mais indicado para esta situação. Mas estas levaram várias demãos da Soudatight e esperemos que não tenha ficado mal. O outro sistema são as fitas de estanquidade ao ar Contega da Proclima - vou falar sobre elas nos posts sobre janelas e enquadramento de vãos (nota: a Proclima também tem um produto idêntico ao mostrado neste post).
 
Até lá ficam algumas fotos sobre a aplicação da membrana Soudatight LQ.

 

 

Tem mais uns minutos?

Apoie este Projeto

Produtos sustentáveis que promovam o conforto, a eficiência energética e se enquadrem na Casa dos Catitos podem ser divulgados neste site através do ponto de vista de um cliente real.

Saiba mais