Betonilhas

O enchimento com betão leve foi um importante marco na obra da #casadoscatitos. Detalhes de como usamos cortiça para isolar o pavimento.

Author photo

Dono de Obra

Esta foi uma fase da obra muito esperada. Após a passagem de toda a tubagem no chão para as instalações técnicas executaram-se as betonilhas para o enchimento, isolamento e regularização do piso interior.

Uma vez que se optou por fazer o isolamento do chão por cima da laje de fundação, o sistema utilizado foi o seguinte:

  1. Camada de betão leve com granulado de cortiça com cerca de 8 a 10 cm
  2. Placas de aglomerado expandido de cortiça (ICB) de 6cm
  3. Camada de betão leve de regularização com fibra (5-7cm)

O betão leve, ou betonilha de enchimento, é muito mais leve do que o betão convencional porque é adicionado um outro “ingrediente” à receita normal de cimento, areia e água. O mais normal é utilizar-se pequenas bolas de EPS (esferovite), mas aqui preferimos utilizar granulado de cortiça pelas razões que podem ser lidas aqui.

A primeira camada com granulado de cortiça adiciona algumas características de isolamento térmico conferindo um coeficiente de condutibilidade térmica da mistura na ordem dos 0,209 W/m°C, e também isolamento acústico reduzindo a transmissão sonora do piso na ordem dos 20 dB. Pode ver mais info aqui sobre as características do granulado de cortiça.

A placa de ICB de 6cm confere características de isolamento térmico com condutibilidade térmica de 0,039 W/m°C e isolamento de sons de percussão de 22 dB. Pode ver mais info aqui.

A camada final de regularização levou fibra para aumentar a resistência ao choque e não fissurar tanto.

O trabalho a efetuar seria por cima desta laje tosca com as tubagens para as instalações eléctricas, comunicações e canalizações devidamente protegidas por uma camada de cimento.

Para preparar colocou-se uma tira de cortiça (1cm de espessura) onde o piso encosta na parede. Esta tira vai servir para desligar a betonilha da parede, i.e, o piso não toca na parede diretamente, promovendo o isolamento acústico e a redução de transmissões vibraticas entre ambos os elementos. Isto foi feito em todas as paredes da casa.

Nas fotos abaixo, sacos de granulado de cortiça com granulometria com dimensão 3 / 5 para não causar danos na máquina de betonilha. Foram usados 10m3 de granulado: 40 sacos de 250l.

O resultado final da mistura de cimento, água, areia e granulado de cortiça é este:


Esta é a ponta da mangueira de onde sai a mistura:


E aqui o início da execução, começando na suíte por ser a divisão no extremo oposto à porta de entrada:


Em baixo, a primeira camada de betonilha executada na suite:

Num dos WC:

A ser colocada na sala:

Ao mesmo tempo que numas zonas se colocava a primeira camada de betonilha, nas zonas onde esta já tinha sido colocada e estivesse já seca começou-se a colocar as placas de cortiça. Aqui um tributo ao mestre António em plena labuta:

 

Colocação de placas de ICB na sala:

Características das placas de cortiça colocadas:


A sala já com a cortiça por cima da primeira camada de betonilha:

Um dos quartos:

O escritório - ao centro uma caixa de tomadas de chão:

O resultado final impressionou-me bastante pela qualidade, em baixo a execução final no corredor dos quartos:

E aqui a sala já terminada:


A cozinha:


O escritório no primeiro andar:

Um pormenor de como o piso não toca na parede de forma a reduzir transmissões vibráticas:


Aqui vista do exterior a camada final de betonilha por cima da placa de cortiça:


E aqui um outro pormenor, a diferença de altura entre os pisos dos WC e a restante casa, embora os revestimentos finais sejam de espessura similar, isto permite colocar o cimento-cola nos cerâmicos e uma tela de desacoplamento/impermeabilização:

Infelizmente o mesmo devia ter sido feito na transição da cozinha para a sala, mas não aconteceu por falha de comunicação entre as equipas - são coisas que acontecem e que se tem que digerir e andar para a frente, depois de feito não há muito a fazer e na cozinha vou ter que abdicar da tela de desacoplamento:



Na foto abaixo, ensaios de aplicação de cerâmico para ver se seria possivel arranjar espaço para a tela… nope!:

 

A garagem foi uma exceção, já que não levou com placas de cortiça, somente duas camadas de betonilha, sendo que a primeira com mais 6cm. Foi feito também um pendente de cerca de 1% para ajudar a escoar águas que possam aparecer na garagem no dia a dia (lavagens, etc.):

 

Após a execução das betonilhas de enchimento interiores a entrada da Casa dos Catitos mostrava-se assim, isto em inícios de maio 2021:



A sala depois de alguns dias de secagem, o trabalho ficou cinco estrelas, fiquei bastante satisfeito. Foi só pena o lapso na cozinha.

A equipa das betonilhas vai voltar em breve para fazer os enchimentos das varandas exteriores. Ficam mais algumas dezenas de fotos desta fase da obra.

Bem hajam!

 

Tem mais uns minutos?

Apoie este Projeto

Produtos sustentáveis que promovam o conforto, a eficiência energética e se enquadrem na Casa dos Catitos podem ser divulgados neste site através do ponto de vista de um cliente real.

Saiba mais