Paredes interiores

O interior seguiu o mesmo sistema do exterior, usando tijolo térmico acústico, com algumas excepções. Veja os detalhes.

Author photo

Dono de Obra

Fast Rewind: voltando a outubro passado quando começou a execução das paredes interiores... que se estendeu até março.

Para a maior parte das paredes interiores foi utilizado o tijolo térmico acústico da Preceram, desta vez, o de 14cm. As razões pela opção deste sistema são similares à da utilização nas paredes exteriores: elevada resistência mecânica, inércia térmica, isolamento acústico e resistência ao fogo num produto fabricado em Portugal a algumas dezenas de km de distância da Casa dos Catitos através de ideais sustentáveis.

 

 

Nas paredes interiores a exceção é a parede da garagem / zona técnica, assinalada a vermelho na planta acima. Esta parede é tratada como se fosse uma parede exterior, e por isso foi executada com o tijolo térmico acústico de 24cm. As razões são duas: 1) para cumprir o proposto no projeto contra incêndios e 2) para se garantir maior isolamento térmico uma vez que a garagem possui um portão de 5m de largura, que embora tenha características para garantir o isolamento térmico quando fechado, vai ser aberto muitas vezes :) - estas paredes serão também isoladas pelo lado da garagem com lã mineral.

Esta foi a primeira parede interior a ser executada, separando um dos quartos da suíte. Esta fase da obra foi um pouco… suja, já que se estava a fazer a descofragem da laje superior ao mesmo tempo que se faziam as paredes interiores.

Na foto acima, a primeira fiada de tijolo do wc da suite.

A separação entre a zona social da casa e os quartos será feita através de uma porta de correr, essa parede vai suportar a cassete dessa porta que será coberta por gesso cartonado e é por isso que não está alinhada com o pilar.

Nas duas fotos acima, um dos quartos, parecem pequenos na foto mas são qb em área: 15 m2. Esta fase da obra tem estas ilusões de ótica, tudo parece pequeno quando na realidade não é.

Nas fotos acima, a parede que separa a cozinha da despensa e do wc social, aqui ainda sem a parede que a separa da sala.

E agora já com essa parede, a fluidez entre a sala e a cozinha será garantida através de uma porta de correr similar à que separa a zona social dos quartos: 1.5m largura de cima abaixo.

O período entre outubro e março foi de muita chuva e, como seria esperado, a água entrou obra adentro. A foto acima mostra o antes e depois de uma sessão de limpeza para tirar a água e limpar a área da zona técnica e escadas. Este dono de obra fartou-se de empurrar água durante esses meses, felizmente não houve grandes danos a declarar.


E já que falamos de escadas aqui ficam algumas fotos da sua execução. Nas escadas não se pediu nada de extraordinário, somente que fossem práticas o suficiente:


O arredondamento que se vê por baixo das escadas ao princípio preocupou-me mas depois de retirado o gesso não é nada demais. De qualquer maneira, o espaço por baixo das escadas será coberto por um armário que garantirá espaço de arrumação e de transição entre a zona suja da garagem para o interior da casa.

A última parede interior a ser executada, foi a da porta do escritório:


Sobre as paredes interiores não há muito mais a acrescentar, vou só deixar aqui algumas dezenas de fotos da sua execução que dão mais detalhe do que eu conseguirei dar com palavras.

Depois desta fase, abertura de roços para as instalações elétricas, ITED e canalizações que são descritas em post próprio.

 

Tem mais uns minutos?

Apoie este Projeto

Produtos sustentáveis que promovam o conforto, a eficiência energética e se enquadrem na Casa dos Catitos podem ser divulgados neste site através do ponto de vista de um cliente real.

Saiba mais